Contágio e como evitar

24/11/2017



1

O contágio do HIV se dá por meio do contato com fluidos corporais, tais como sangue, sêmen, secreções vaginais e leite materno.

Ele não acontece por meio de interações comuns do dia a dia como abraçar, beijar, dividir objetos ou até mesmo alimentos. Todo profissional de saúde deve difundir essa informação a fim de conscientizar a população para que seja possível acabar com estigmas associados às pessoas que vivem com HIV e com a discriminação.1

A política Nacional de Atenção Básica (PNAB) é o principal guia de referência de como profissionais de saúde devem agir em relação a pacientes com suspeita ou infecção pelo HIV confirmada, levando em consideração a complexidade sociocultural do tema.

Para tal, estabelece que devem ser realizadas ações de prevenção e redução de danos, promoção da saúde e tratamento de doenças, com impacto positivo na qualidade de vida.2

Como evitar o contágio

1

Dado que a principal forma de transmissão do HIV é através de relações sexuais realizadas sem preservativo, a promoção do seu uso tem sido a estratégia prioritária empregada para a prevenção da infecção pelo HIV no Brasil. 

Contudo, não deve ser a única. Atualmente, há um conjunto de medidas comportamentais e biomédicas que devem ser usadas de forma combinada, no sentido de prevenir o contágio do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).3

Estratégias de conscientização contribuem para o aumento da informação e da percepção do risco de exposição ao HIV, e para sua consequente redução, mediante incentivos para mudanças de comportamento do indivíduo e da comunidade ou grupo social em que está inserido.

Por essa razão, é importante que o profissional de saúde deixe de lado seus preconceitos, dogmas religiosos ou conceitos pessoais e trabalhe com base na realidade dos pacientes, informando-os sobre as formas de prevenção da transmissão do vírus.3

Também é essencial saber ouvir e se comunicar de forma simples de acordo com as características psicossociais do usuário.

Como ocorre a transmissão?

  • Sexo vaginal sem camisinha
  • Sexo anal sem camisinha
  • Sexo oral sem camisinha
  • Uso de seringa endovenosa por mais de uma pessoa
  • Transfusão de sangue contaminado
  • Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação
  • Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados

Assim não transmite4

  • Sexo com uso correto da camisinha
  • Masturbação a dois
  • Beijo no rosto ou na boca
  • Suor e lágrima
  • Picada de inseto
  • Aperto de mão ou abraço
  • Compartilhamento de sabonete, toalha ou lençóis
  • Compartilhamento de louça, talheres ou copos
  • Assento de ônibus
  • Piscina
  • Banheiro
  • Doação de sangue
  • Pelo ar

O profissional de saúde deve orientar as pessoas sobre todas as possibilidades de prevenção.

É importante destacar a oferta não hierarquizada dos métodos preventivos e o papel das estratégias que reforçam a singularidade do indivíduo, sua autonomia e direito de escolha.

 

  • Referências bibliográficas:

  • 1. UNAIDS. Brasil. Você sabe o que é HIV e o que é AIDS? Disponível em < http://unaids.org.br/2017/03/voce-sabe-o-que-e-hiv-e-o-que-e-aids >. Acesso em 29 out. 2017.
  • 2. BRASIL. Ministério da Saúde. Cinco passos para a prevenção combinada ao HIV na atenção básica. Disponível em: < http://www.aids.gov.br/system/tdf/pub/2017/64662/cinco_passos_para_a_prevencao_combinada_ao_hiv_na_42165.pdf?file=1&type=node&id=64662&force=1 > Acesso em 09 nov. 2017.
  • 3. BRASIL. Ministério da Saúde. Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP Coordenadoria de Controle de Doenças. Guia Básico de Prevenção Combinada. Disponível em: Acesso em < http://www.saude.sp.gov.br/resources/crt/publicacoes/publicacoes-download/guia_basico_de_prevencao_combinada_2.pdf > 09 nov. 2017.
  • 4. BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/AIDS e das Hepatites Virais. O que é HIV? Disponível em < http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-e-hiv >. Acesso em 29 out. 2017.
  • ;

BR/HIVP/0048/17 NOVEMBRO 2017